Prefeitura Municipal de Guarujá

04/05/2016

Equipamento vai beneficiar moradores do Santa Rosa, Vila Lígia e Jardim Helena Maria; iniciativa integra comemorações do Dia do Trabalhador (1º de Maio)

02-05-2016 Entrega da Usafa Santa Rosa-Roberto Sander Jr (208) (Medium)A Prefeitura de Guarujá, mais uma vez, investe na atenção básica da rede municipal de saúde. Na última segunda-feira (2), a prefeita Maria Antonieta de Brito, inaugurou a primeira unidade mista do Município: a Unidade de Saúde da Família (Usafa) Santa Rosa, que presta atendimento básico e de saúde da família. Serão beneficiados os moradores da Vila Lígia, Santa Rosa e Jardim Helena Maria. A iniciativa integra comemorações do Dia do Trabalhador – 1º de Maio.

A dona de casa Maria Evalda dos Santos foi acompanhar de perto a inauguração. “Mas como essa unidade ficou maravilhosa. Se eu pudesse dava mais que nota mil. Está mais confortável e tem até ar-condicionado”. Ela explica que vai ao novo posto com frequência para tomar insulina. “Graças a Deus sou muito bem atendida. Também precisei trazer os meus netos”, contou a moradora da Vila Lígia.

Localizada na Avenida Manoel da Cruz Michael, 387, no Santa Rosa, a Usafa já funciona desde março. Possui equipe de médicos generalistas, ginecologistas, dentistas, pediatra, clínicos, agentes de saúde, enfermeiras e técnicos em enfermagem. Com esta, a Prefeitura já soma 15 Usafas em toda a rede prestando atendimento à população.

De acordo com a prefeita Maria Antonieta, este é o momento de celebrar uma conquista que é da comunidade. “A nossa nova unidade é uma das mais simbólicas, conta com o alto padrão de qualidade que sempre sonhamos, fruto de um forte trabalho, que acompanha o crescimento populacional desta região”, atestou. Na oportunidade, a chefe do Executivo agradeceu à Wilson Sons pela obra, e também toda sua equipe da Prefeitura, que atuou na realização de mais um projeto.

TAC – A Usafa Santa Rosa foi custeada pela empresa Wilson Sons, por meio de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), como forma de compensação ao Município, pela ampliação da empresa na Cidade. “A Wilson Sons é uma das empresas mais antigas no Brasil e tem este forte compromisso. Agradecemos por contribuir com a população desta maneira”, afirmou o representante da empresa, Luiz Fernando Cardoso.

Quem ganha com a instalação do novo equipamento é a comunidade. Conforme a enfermeira chefe da unidade, Rosária Maria Alvarez Rocha, “a população merecia ganhar uma unidade com este padrão. Temos uma equipe bem unida e o nosso atendimento será ainda melhor, pois agora contamos com maior acomodação”.

Além disso, cerca de 28 dependentes químicos atendidos pela entidade República da Vida vão passar a receber atendimento na nova Usafa. “Pertencíamos à unidade do Jardim dos Pássaros. E aqui esta nova unidade ficou nota 10, muito boa. O atendimento é ótimo e a gente já sai com o encaminhamento”, contou a assistente social e técnica responsável pela República da Vida, Maria Cecília Peres Neves.

A gerente de unidade de Saúde Corpore, Juliana Silva Góes, agradeceu aos profissionais. “Estamos aqui para dar o nosso máximo à população”. A coordenadora do Projeto Instituto Corpore, Roseli Tavares, se mostrou feliz com o trabalho de expansão da saúde na Cidade. “A parceria com a Prefeitura tem dado muito certo. Sem dúvida é inovadora, a nossa gestão é compartilhada.

A secretária-adjunta de Saúde de Guarujá, Paula Escudeiro, parabenizou toda equipe pela unidade. “O desenho ficou muito bonito, caprichado. Trabalhamos desde o início, em conjunto por uma política de saúde que a prefeita nos determinou e que tem avançado muito. Certamente, a população vai se sentir muito bem aqui”.

Atendimentos – A Unidade de Saúde da Família possui 16 salas e consultórios. A unidade apresenta os serviços de acolhimento, acompanhamento de gestação (pré-natal e puericultura), curativo, dispensação de medicamentos básicos, preservativos e contraceptivos.

Disponibiliza ainda outros atendimentos, como inalação, vacinas, coleta de preventivo, eletro e dentista. Contém mais 13 salas, entre elas setores administrativos, cozinha, banheiro público, banheiro para pessoas com deficiência e funcionários. No local, os pacientes terão uma  farmácia à disposição.

O programa “Mais Médicos”, do Governo Federal, atua na Usafa Santa Rosa, que também recebe apoio do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf). O horário de funcionamento é das 8 às 17 horas. Os interessados em outras informações podem ligar para 3348 1349.

04/05/2016

Esta é o 20º núcleo conveniado disponível na rede de ensino; novos NEICs serão inaugurados no Jardim Las Palmas e Jardim Mar e Céu

29-04-2016 Inauguracao do Neic Palavra de Vida-Diego Marchi (1) (Medium)Pais com filhos pequenos, que moram na região que abrange o Jardim Virgínia, em Guarujá, podem ficar tranquilos. É que a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Educação, inaugurou, oficialmente, na última sexta-feira (29), o Núcleo de Educação Infantil Conveniado (Neic) Palavra de Vida II, instalado na Rua Luiz Nery, 142.

O Neic Palavra de Vida II já está em pleno funcionamento atendendo cerca de 150 crianças, de quatro meses a três anos e 11 meses. São 19 funcionários que integram a equipe do Núcleo. Este é o 20º núcleo conveniado disponível na Cidade. Outros dois também devem ser inaugurados em breve: um no Jardim Las Palmas e outro no Jardim Mar e Céu.

Luciana da Silva Santana de Almeida, moradora do Cantagalo, e mãe do pequeno Heitor Santana, de apenas um aninho, já pode trabalhar mais aliviada. “Assim que inaugurou, tratei de tentar matricular meu filho aqui. O meu maior sofrimento era que eu tinha que trabalhar e antes não tinha com quem deixar meu filho. Agora estou tranquila, pois aqui tem uma equipe de professoras maravilhosas”, contou ela, que lutava por uma vaga na rede municipal há alguns meses e a unidade mais próxima de sua casa era na Vila Baiana.

A nova creche também vai facilitar a vida de Regiane Nascimento. Ela ficou encantada com a Palavra de Vida II, que agora passa a fazer parte do dia-a-dia do filho Vitor Hugo de um ano e três meses. “Essa unidade ficou mais que excelente. Muito linda e bem caprichada. Atende as crianças muito bem e os professores são bem legais. Posso deixar o Vitor com mais tranquilidade”, relatou.

A prefeita de Guarujá, Maria Antonieta de Brito, discorreu, emocionada, acerca da luta pela educação. “Esta é uma conquista da comunidade. Entendemos que parcerias com entidades conveniadas é um grande mecanismo para fazer com que a Cidade tenha condições deste atendimento”. A chefe do Executivo destacou ainda que a unidade é a segunda família das crianças. “Elas ficam aqui com segurança, recebendo valores importantes”

Para o pastor Ronaldo Araújo, coordenador de projetos do Ministério Evangélico Palavra de Vida (que administra o núcleo), a parceria com a Prefeitura é de suma importância aos pequenos. “Graças a Deus, pelo bom trabalho desempenhado, todos querem estar na Palavra de Vida (creches administradas), porque é um trabalho que tem credibilidade e muita responsabilidade com as crianças”.

Ele acrescenta ainda que o desejo do Ministério é de avançar ainda mais. “Além de receber a criança na creche, queremos um dia entregá-la formada, e que possamos crescer muito mais”, acredita.

Ao todo, são sete salas divididas entre berçário, Infantil I, II e III. O núcleo recebe crianças de quatro meses até três anos e onze meses. O Neic conta com 15 monitoras; entre professoras graduadas em Pedagogia, especializadas, pós-graduadas e estagiárias da área. A unidade dispõe também de profissionais especializadas em educação especial, já que atende alunos deste segmento.

A merenda das crianças e a equipe da cozinha fornecida para o núcleo conveniado são oferecidos pela Prefeitura. Todo o cardápio é montado por uma nutricionista, que acompanha a cozinha periodicamente. A variedade de alimentos é adaptada de acordo com a idade das crianças.

Em 7 anos, Guarujá sai de 507 para mais de 4.200 vagas em creches

Garantir a vaga em creches da rede municipal de ensino às crianças sempre foi um grande desafio para a gestão municipal. Sobretudo porque logo que a prefeita Antonieta assumiu a gestão, em 2009, o cenário era de apenas 507 em todo o sistema.

No entanto, pautado por um trabalho firme, a Prefeitura, em sete anos, ultrapassou a meta e hoje disponibiliza um total de 4.200, incluindo os núcleos municipais e conveniados. Esse crescimento é uma missão bastante difícil, já que o número de crianças que nascem na Cidade hoje na Maternidade Municipal Ana Parteira (dento do Hospital Santo Amaro) é de 3.300 bebês, anualmente.

Outra grande política pública nesta área educacional é que a Prefeitura de Guarujá efetua o melhor repasse mensal de toda a Baixada Santista: são R$ 450 investidos por crianças, além de mais quatro refeições.

Sobre isso, a secretária municipal de Educação, Priscilla Bonini, explica que foi criado um mecanismo com as entidades conveniadas, no intuito de ampliar a oferta de vagas. “Também fizemos com elas seguissem o cadastro único. E hoje as ações se refletem com um maior ganho moral, ético, de respeito ao ser humano. Fomos além de dois mandatos, porque temos uma prefeita que acredita na transformação de uma sociedade, através da educação”.

A chefe da pasta salienta ainda o atendimento a mais de 4 mil crianças hoje superou também a meta estipulada ao Município, pelo Ministério Público. A prioridade hoje, de acordo com a listagem é dada aos pais que trabalham fora. Para fomentar o atendimento aqueles que mais precisam, Guarujá tem ainda uma creche noturna, o Núcleo de Educação Infantil Municipal (Neim) Marina Daige, no Jardim Pássaros, única na Região.

Antonieta destacou a utilização de lista única como a melhor maneira para atender os pais. “Antes não tínhamos lista e as pessoas precisavam ter influências para conseguir uma vaga para o filho. Quando assumimos, entendemos que o sistema precisava ser transparente, de um modo que saibamos que vai chegar a nossa vez. Trabalhamos muito e temos conseguido garantir esse direito, mesmo com algumas dificuldades. Isso é justiça. Isso é responsabilidade social. E mais: é dar a condição para quem de fato precisa”.

04/05/2016

O evento, que tem a entrada gratuita, será realizado na Praça do Comércio

A Associação de Moradores do Bairro Morrinhos (AMBM) realiza, neste sábado (7), a Festa da Cultura Nordestina. O evento, que tem entrada gratuita, acontece na Praça do Comércio – Morrinhos II, no período das 16 às 22 horas. A iniciativa conta com o apoio da Prefeitura de Guarujá.

O público poderá sentir um pouquinho mais de perto o que é a cultura nordestina, com barracas de comidas típicas da região, como mocotó, sarapatel e buchada, além de apresentações de bandas de forró. A festa tem como objetivo unir os simpatizantes a este estilo e arrecadar fundos para os próximos eventos da Associação, em prol da comunidade

04/05/2016

parakumde -Os crianças e jovens de Guarujá ganharam a oportunidade de aprender um ritmo diferente. Há dois meses, o Projeto Parakumdê, coordenado pelos músicos Anderson Camargo e Alex Barbosa, oferece aulas de percussão gratuitamente, os sábados, às 14 horas, na Praça do Povo, no bairro Santa Rosa.

De acordo com Camargo, o objetivo é transformar a vida de jovens em situação de vulnerabilidade social, utilizando a percussão como ferramenta, por meio do ritmo samba-reggae, uma mistura entre dois ritmos tradicionais de origem africana, bem difundidos no Brasil pelos grupos Olodum e Timbalada. “Acreditamos que a música ajude a formar cidadãos e moldar sonhos”, completou o músico.

De acordo com o coordenador de Políticas Públicas de Igualdade Étnica e Racial da Prefeitura, Rubens Paulo Ferreira Costa, “ações como estas são importantes para disseminar a cultura afro. E demonstrar aos jovens que existem opções de lazer e entretenimento”, afirma.

Para participar do projeto, é necessário estar matriculado em uma das escolas da rede municipal, estadual ou particular. A iniciativa, que tem apoio da Prefeitura de Guarujá, por meio da Coordenadoria de Políticas Públicas de Igualdade Étnica e Racial. Os interessados podem doar instrumentos para atender maior número de participantes.

04/05/2016

A primeira turma inclusiva de tornearia mecânica ida região ntegra o Projeto Saber em Ação – Direito à Educação e Apoio à Formação oferecido pela Prefeitura

20-04-2016 - Curso torneiro mecanico para Surdos 1 de maio - Roberto Sander Jr (41)Fundamentada na filosofia de inclusão, desde 2009 a Prefeitura de Guarujá promove projetos voltados à inserção de pessoas com deficiência auditiva no mercado de trabalho. Na rede municipal, além das salas de recursos multifuncionais, os alunos contam com atendimento educacional especializado. Visando a excelência em todas as esferas de ensino, a Secretaria Municipal de Educação (Seduc) desenvolveu o primeiro curso de torneiro mecânico para surdos.

O curso integra o Projeto Saber em Ação – Direito à Educação e Apoio à Formação (DEAF), que tem como objetivo principal fornecer qualificação profissional para jovens e adultos surdos ou com deficiência auditiva. De acordo com a coordenadora da área da surdez da Seduc, Eloisa Helena Macaro, o projeto busca inserir os alunos no mercado de trabalho. “Nosso objetivo é profissionalizar esses jovens, que depois da escola se sentem desamparados. O DEAF veio para contribuir na formação acadêmica e transformar a vida dessas pessoas”, ressaltou.

Com certificação no fim do curso, o programa de aprendizes tem 120 horas de duração, sendo seis horas semanais. As aulas são ministradas nas segundas e quartas-feiras, no período da tarde, na Escola Técnica Municipal 1º de Maio (Avenida Adriano Dias dos Santos, 611 – Jardim Boa Esperança). A primeira turma inclusiva da região é formada por dez alunos surdos e seis ouvintes, que estão cursando as séries finais do Ensino Fundamental ou Ensino Médio.

Devido ao novo vocabulário empregado nas aulas, todo o desenvolvimento do curso foi adaptado da Língua Portuguesa para a Língua Brasileira de Sinais (Libras) pela instrutora surda Maria Elisa Galvão. O tradutor Adriano Lira faz ponte entre o professor de mecânica Gerson dos Santos e a instrutora.

Há 32 anos lecionando no curso de mecânica, o professor elogia a disposição da turma. “Os alunos são bem empenhados, não faltam às aulas e se mostram muito interessados. É uma sensação diferente, sinto que eles gostam muito de vir aqui. Tem um aluno que chega uma hora antes e aguarda contente pela momento da aula”, disse.

Como uma extensão no processo de inserção no mercado de trabalho, o projeto também conta com o curso de Recursos Humanos. A proposta é preparar esses alunos para entrevista de emprego, explicar o funcionamento de empresas, passando noções básicas de RH. O curso é oferecido às terças e quintas-feiras, no período da manhã, na Escola 1º de Maio.

04/05/2016

A Etec Alberto Santos Dumont já abriu as inscrições para o Vestibulinho do segundo semestre de 2016. As inscrições devem ser feitas pela Internete (vestibulinhoetec.com.br) até às 15 horas do dia 11 de maio. No total, estão disponíveis 240 vagas, 40 para cada curso, todos gratuitos.

Para as pessoas que não possuem computador em casa, a Etec disponibiliza uma central para o cadastro no processo seletivo. A escola fica na Rua Dona Vitória, 50, no Jardim São Miguel, próxima ao Cemitério Vila Júlia.

No período vespertino são oferecidos os cursos de Secretariado e Turismo Receptivo. Já no período noturno estão disponíveis os cursos de Logística e Manutenção de Aeronaves em célula. Para a Educação a Distância (EAD), as aulas semi-presenciais serão apenas aos sábados de manhã. Nesta modalidade, estão disponíveis os cursos técnicos de Secretariado e Administração.

Para se inscrever no curso de Manutenção de Aeronaves é preciso estar no terceiro ano e ter 17 anos completos até dia 31/07/2016. Para os demais, a exigência é estar matriculado no segundo ano ou ter concluído. As provas serão aplicadas no dia 19 de junho (domingo), às 13h30. Os locais de exame serão divulgados no dia 14 de junho. Outras informações pelos telefones 3382.5677 e 3382.4173.

04/05/2016

Avenida helena maria (2)Recentemente, a Prefeitura fez uma série de serviços nos bairros Santa Rosa e Jardim Helena Maria. As ações são coordenadas pela Secretaria Municipal de Operações Urbanas.

No Jardim Helena Maria, a equipe executou os serviços de capinação, roçada e raspagem por toda Avenida Helena Maria, da Avenida Adhemar de Barros até próximo da Igreja Palavra de Vida e no entorno do Estádio Municipal Antônio Fernandes. Já no Santa Rosa as áreas contempladas foram a Praça José Luiz Rodrigues dos Santos e Praça Victor Nicola Orlandi, que ficam na Avenida Manuel Albino.

04/05/2016

Com motos elétricas e triciclos, os alunos simularam algumas situações do dia-a-dia nas ruas

27-04-2016 Alunos da Escola Regina Maria com Capra Mirin-Jennypher Silva (31)Na semana passada, os baixinhos do Infantil 4 da Escola Municipal Maria Regina Teixeira dos Santos Claro, localizado na Rua Áureo Moreira, 90, no Jardim Conceiçãozinha, tiveram orientação sobre o trânsito com os profissionais da Autoescola Capra. Um pequeno percurso foi montado na quadra da unidade escolar, onde houve simulado, com as crianças, sobre o dia-a-dia no trânsito. Com motos elétricas e triciclos, os alunos completavam uma rota, seguindo as regras de trânsito.

A Escola possui placas de trânsito, que são utilizadas na rotina escolar dos alunos. Além disso, todo ano é realizado esse encontro dos instrutores, que passam um vídeo explicativo para mostrar o que é certo ou errado nas vias públicas. Depois do aprendizado em sala, eles seguem para a prática na quadra.

A diretora da Unidade, Ana Maria de Oliveira, explica que os pequenos devem aprender sobre o trânsito, para que possam se tornar motoristas conscientes. “Seja como pedestre, ciclista ou motorista, eles devem ter essa noção de que cada um tem seu espaço na rua, e que é preciso respeitar”.

Outro fator destacado pela diretora é que os alunos repassam tudo o que aprendem para os pais, ou seja, se transformam em agentes multiplicadores. “Além de todo o conhecimento que eles adquirem, essa atividade diferenciada ainda proporciona mais desempenho em sala de aula.”

Para a coordenadora de projetos e programas da Secretaria Municipal de Educação, Cátia de Souza Silva, quanto mais cedo os alunos puderem saber as normas de trânsito, melhores condutores serão. “Brincando, as crianças dão mais significado e aprendem com mais facilidade os direitos e deveres de um motorista ou pedestre nas vias”.

Instrutora da autoescola, Maria Alice Silva conta que o dever é passar aos estudantes tudo o que acontece no trânsito. “Falamos sobre os cuidados que devem ser tomados, como andar no banco da frente, a necessidade da cadeirinha para eles no banco traseiro, e o uso do cinto de segurança. O melhor de tudo é que, quando voltamos, eles vêm nos contar o que o pai fez de certo ou errado”, disse a instrutora, ressaltando que as crianças alertam os adultos sobre o que aprendem na escola.

A pequena Janaina Azevedo, de 4 anos, conta que não se deve andar de bicicleta no meio da rua. “As bicicletas só devem andar na ciclovia. As ruas são para os carros e as calçadas para as pessoas a pé”, explicou a menina. Já Letícia Luficil disse que adorou andar de moto elétrica e que já sabe muita coisa do trânsito. “Sei que só posso passar com a moto quando o sinal estiver verde e que não se deve parar em qualquer lugar”, orientou.

04/05/2016

Neste ano, o tema do concurso nacional é Escrevendo o Futuro; participantes deverão desenvolver um texto com o título o Lugar onde vivo; para auxiliar os alunos , professores da rede pública darão oficinas técnicas para cada categoria

writing-pencil-big1As inscrições para a 5° edição da Olimpíada Brasileira de Língua Portuguesa – Escrevendo o Futuro foram prorrogadas para a próxima segunda-feira, 16. Até o momento, 22 unidades de ensino e mais de 70 professores da rede municipal garantiram participação na competição escolar.

Estudantes do 5° ao 9° ano, do Ensino Fundamental da rede pública, deverão escrever um texto, com o tema O lugar onde vivo. Os gêneros literários são divididos de acordo com a série em que o aluno está matriculado: poemas (5° e 6°), memórias literárias (7° e 8)° e crônicas (9°). Os alunos participarão de oficinas técnicas. Até a entrega dos textos, prevista para agosto, serão realizadas 16 oficinas.

O tema O lugar onde vivo propiciará aos alunos estreitar vínculos com a comunidade e aprofundar o conhecimento sobre a realidade local, contribuindo para a construção de sua cidadania. O objetivo é reconstruir a história do bairro voltando aos seus primeiros anos de criação.

No gênero memórias literárias, por exemplo, os alunos deverão escrever a história de um morador antigo na primeira pessoa. Para isso, membros da comunidade serão convidados a ir às escolas para relembrar e contar aos alunos como nasceram e se desenvolveram alguns bairros da Cidade.


Desenvolvido por Trilogic